COMPORTAMENTO, Sem categoria

Ciúmes, o veneno de qualquer relacionamento!

28 de novembro de 2014

Olá pessoal, tudo bem com vocês? Novamente vim ter uma conversa com vocês por que percebi que um número bom de pessoas curtiu esse tipo de post! Hoje venho falar de um assunto que, na maioria das vezes, está mais presente na vida das pessoas que qualquer outro sentimento: CIÚMES!!! Claro que o ciúme aparece principalmente nas relações amorosas: namoro, casamento, até nos rolos, mas sempre que houver qualquer relação entre pessoas, seja qual for o tipo, há o risco de esse sentimento ruim aparecer a qualquer momento!

Sei que muita gente já fala  sobre esse assunto e que em qualquer lugar que você procurar dicas sobre isso, você vai achar. Mas o diferencial desse post é: Tenho pós-graduação, mestrado e doutorado nesse assunto. Difícil assumir, mas desde sempre fui muito ciumenta, até hoje ainda tenho umas recaídas, mas depois de perceber o quanto isso é prejudicial pra qualquer relação (e é claro, com uma pitada de amadurecimento) saí dessa! Mas vamos ao que interessa!

Ciúmes, segundo o dicionário:

“Pesar, despeito por ver alguém possuir um bem que se desejaria ter: o ciúme o atormenta; Receio de que a pessoa amada se apegue a outrem.”

Primeiramente é preciso dividir o ciúme bobo do ciúme com algum fundamento…Vou explicar melhor!

Vou começar primeiro do ciúme com fundamento, por que é mais objetivo e simples. Tem casais que são assombrados por terceiros interessados em um dos dois, isso é bem comum infelizmente. E quando esse(a) terceiro(a) é insistente e quer mesmo separar os dois é pior ainda! Quando esse tipo de coisa acontece, tem apenas dois pontos que devem ser considerados, ao meu ver:

1) O famoso ditado popular “quando um não quer, dois não brigam” se aplica perfeitamente aqui. Mesmo que o “intruso” seja o mais insistente possível, nada vai acontecer se o outro não permitir que aconteça. Então esse ponto vai muito da confiança entre o casal.

2) É preciso sentar e conversar, por que mesmo que o outro não “ceda aos encantos do terceiro(a)” é uma situação chata e uma hora cansa. Se a pessoa que está atrapalhando for amigo(a) de um dos dois, o certo é que ele converse com a pessoa e peça pra parar e de preferência se afaste um pouco, por que imagina só que chato para seu(a) namorado(a) ver que você ainda é amigo(a) de uma pessoa que algum dia tentou separar vocês, né?

Agora vamos ao mais problemático dos ciúmes, aquele que não tem uma razão concreta, o ciúme bobo, desse sim tenho muito para falar!

É até complicado organizar a ordem das coisas a serem faladas sobre, mas vou começar realmente pelo início, as causas disso, são várias: Insegurança por parte de quem sente o ciúme gerando o medo excessivo de perder o(a) parceiro(a) por não se achar “bom o suficiente” pra ele(a),  histórias passadas dos dois relacionadas a traição e relacionamentos fracassados por desrespeito ou algo do tipo e o fato de um dos dois já ter alguma vez escondido/mentido para o parceiro e este por sua vez ter descoberto por outros meios. Acho que esses são os principais motivos pra ciúmes sem razão.

Muitas vezes o ciúme bobo atinge amigos próximos dos casais. Hoje em dia, na minha humilde opinião, o maior causador de briga por ciúme é a rede social, de qualquer tipo: Facebook, Whatsapp, Instagram, Twitter e etc. Por que seu(a) parceiro(a) vai lá, posta uma foto ou publica alguma coisa e um(a) amigo(a), muitas vezes sem maldade alguma, comenta algo que você não gostou e boom…já é motivo de briga e inconscientemente aquele(a) amigo(a) já fica marcado pra você e qualquer coisa que ele(a) faça já é motivo pra desconfiança, pra chateação e mais brigas.

Não preciso ficar aqui explicando bem como é esse tipo de ciúme até por que tenho certeza que todo mundo já teve com alguém, que fosse amigo(a) ou namorado(a) você sendo o enciumado(a) ou não. Agora, repito, por experiência própria, vou contar pra vocês o que me fez mudar e tudo de ruim que o ciúme pode causar no seu relacionamento, ele sendo bobo ou não.

Ciúmes na relação é a coisa mais normal do mundo, mostra cuidado, carinho e amor…com certeza, mas tudo tem limite! Quando as brigas por ciúmes são constantes e são bem “parecidas”, ou seja, sempre pelo mesmo motivo, isso não é nada saudável. Desgasta o relacionamento, cansa as duas partes, tanto quem tem ciúme (por ser um dos piores sentimentos que existem) tanto pela pessoa que tá sofrendo o ciúme do(a) parceiro(a) (por que com certeza é muito chato ser sempre acusado sobre algo que você não fez, tentar mostrar e o outro não enxergar isso).  Fora que vamos pensar o seguinte: ninguém é obrigado a estar com a gente, certo? Se seu(a) parceiro(a) está com você é por que ele gosta de você, te ama, quer estar com você, então não tem motivo pra se preocupar! A (as vezes triste) certeza que a gente pode ter é que literalmente ninguém é de ninguém, no sentido de: o(a) seu(a) namorado(a) pode estar com você hoje, mas daqui um tempo, um mes, um ano ou até mais, o sentimento dele por você pode acabar ou vice versa.

Então amigo(a) a principal dica é a seguinte: curta muito o seu relacionamento, dê o seu melhor sempre e esqueça agentes externos. Deixar pessoas de fora interferirem na sua relação com seu(a) namorado(a) só vai trazer consequências ruins, vai por mim. Vivam a vida de vocês, com todas aquelas “regrinhas” pra manter um bom relacionamento: respeito, carinho, cuidado, sinceridade e outras coisas que vão variar de casal pra casal. Mas principalmente, além de cuidar um do outro, cuidem do relacionamento de vocês, por que quem namora ou é casado sabe que manter um relacionamento vivo por muito tempo as vezes pode ser complicado e nem tudo são flores. Ahhh e outra coisinha muito importante que eu esqueci de dizer: não adianta querer prender a pessoa, isso pode só piorar as coisas. Se tem um lema que eu levo pra vida, é “Deixe livre pra ir, se for e não voltar é por que nunca te pertenceu, se voltar, dê motivos para ficar e nunca mais sair de perto”.

Costumo dizer que qualquer tipo de relação é como uma platinha: se você deixar ela de lado ou lotar ela de coisas ruins, ela morre rápido, rápido. Mas se você regá-la no tempo certo e cuidar dela de verdade ela viverá por bastante tempo.

Bom, é isso gente, não sou nenhuma guru de relacionamentos muito menos uma expert no assunto, mas acho muito legal passar minhas experiências pra vocês visando ajudá-los! Agora posso te dar uma dica? Seja você menino ou menina, quando terminar de ler esse post aqui, esteja onde for, mande uma mensagem pro(a) seu(a) namorado(a), diga o quanto você o(a) ama e o quanto deseja permanecer do lado dele(a), tenho certeza que vai mudar o dia da pessoa, vai por mim 😉

Beijinhos, se cuida e divida aqui nos comentários com a gente se você já sofreu por ciúmes, se já superou e tudo mais, queremos saber de você também!!!

Você Também Poderá Gostar

Comentários

Deixe seu comentário