Beleza, Dicas e Tutoriais, Maquiagem

Rímel: do preto ao colorido – os tipos e as diferenças

5 de dezembro de 2014

Tem Donzelas que não curtem batons, algumas não gostam de delineador, ou até mesmo do pó compacto, mas se tem um produto que todas amam é o rímel. Tem gente que usa, às vezes, só o rímel e, acredite em mim, faz muita diferença! Ele dá um toque final no make e pode ser usado em todas as ocasiões.

Mas você sabia que cada rímel tem uma função diferente? Preste atenção e deixe seu make mais profissional!

Preto: o mais básico de todos. Sempre dá um up no olhar e escurece os fios.

Marrom: escurece os fios, mas deixa o olhar mais leve e natural do que o rímel preto. Indicado para meninas com a pele e os cabelos muito claros.

Transparente: o mais discreto de todos, serve para modelar e dar textura aos fios. Também pode ser usado para pentear a sobrancelha e deixá-la bem definida.

Coloridos: cores como o roxo, verde e azul criam um look diferente e divertido para os olhos. O legal é passar várias camadas só do rímel colorido – nada de preto por baixo.

Com um lado branco e outro preto: indicado para meninas com poucos cílios, já eu a parte branca serve para aumentar o volume. Aplique uma camada do rímel branco, espere secar um pouco e depois finalize com o rímel preto.

À prova d’água: é mais difícil de passar mas se fixa por horas, firme e forte. A melhor maneira de removê-lo é com demaquilante à base de óleo. E cuidado: os cílios ficam muito duros e podem se quebrar facilmente.

Tubular (tube mascara): com fibras e muita tecnologia, ele cria uma espécie de tubo em volta de cada cílio e, por isso, dura mais, alonga e dá volume.

As cerdas:
Cerdas curtas e grossas: por serem assim, acabam retendo bastante o produto e quando o aplicador é passado nos cílios, acaba por dispensar essa grande quantidade de produto, deixando os cílios bem volumosos.

O resultado depende delas: as cerdas (Foto: Reprodução/Tumblr)

O resultado depende delas: as cerdas (Foto: Reprodução/Tumblr)

Cerdas curtas: alongam os cílios

Cerdas bem separadas: cílios bem naturais, sem excesso de rímel. O fato de serem bem espaçados, super penteiam os cílios, evitando assim o acúmulo de rímel.

Cerdas cheias e em espiral: engrossam bastante os cílios, por isso, só use se você tiver cílios ralos e finos.

Cerdas em formato oval: modelo bastante tradicional. Foca o maior efeito de alongamento na parte central dos cílios.

Aplicador pente: a função deste modelo é pentear os cílios enquanto aplica o rímel. O resultado? Cílios alongados, definidos e sem acúmulos de rímel (tipo bolotinhas).

Escova + pente: o lado das cerdas dá o volume o pente alonga, evitando o acúmulo de rímel.

Aplicador arqueado: ajuda a curvar ainda mais os cílios. Se você tem os cílios mais caídos, este é perfeito. E para quem já tem os cílios mais curvados, ficarão ainda mais!

Aplicador bolinha: permite a aplicação igual em todos os cílios, de qualquer forma que você aplicar.

Cerdas coloridas: servem para que você veja, ali, se o produto está ressecado ou acabando. Se você consegue ver a cor do aplicador, é porque a hora de trocar de rímel já chegou!

Dicas finais:

É importante que os cílios estejam sempre bem limpos para que a aplicação do rímel fique bonita. Se você trabalhou o dia todo e a noite vai trocar a make, tire bem o rímel que usou durante o dia.

Outra dica legal é que ao passar várias camadas de rímel, os efeitos de alongamento e volume se intensificam. Aplique as camadas seguidas, pois depois que uma camada seca, ao reaplicar mais camadas, só irá empelotar!

Cuidado ao emprestar seu rímel, assim como qualquer make, pois pode transmitir infecções ou inflamações.

Você Também Poderá Gostar

Comentários

Deixe seu comentário