COMPORTAMENTO

Sobre Desapego

28 de fevereiro de 2015

DE.SA.PE.GO. s.m: falta de apego; característica ou condição de quem é desapegado; que demonstra forma de amor; despego. Que não demonstra interesse; particularidade da pessoa que expressa indiferença; desprendimento.

Essa é a definição do dicionário, mas desde novinha aprendi que, assim como o amor, o desapego é outra coisa.

Eu poderia definir a palavra desapego como livramento, escolha, amor-próprio, auto-interesse, auto-confiança. É comum nós escutarmos ou falarmos “não sei o que seria da minha vida sem você”, ou “você é a minha felicidade”, “não sei viver sem você”.

Desapegar é a consequência das suas escolhas. Você começar uma dieta, é abrir mão de comer coisas que fazem mal ou atrapalham o seu objetivo. No detox da vida, nós nos livramos das coisas que nos prendem, nos acorrentam e nos tiram do nosso propósito.

Eu sempre ouvi que a gente reza pedindo que o melhor aconteça, mas que mandar meia dúzia de coisas/pessoas para a puta que pariu é libertador. Também desde criança aprendi que devemos aprender a ligar o foda-se. Aaaaaaaah, quando se aprende a apertar esse botão, você não vai mais querer outra coisa.

Quando nos desapegamos das coisas que nos fazem mal, nos sentimos leve, sem culpa, com a sensação de dever cumprido. E garanto, isso é ótimo. Mas não se engane, pessoas que vivem presas e que querem que você seja como elas, vão te julgar. E aí vem aquela definição lá de cima. Você, que era responsável pela felicidade daquela pessoa, é chamada de egoísta, de indiferente.. É, você vai apanhar dessas pessoas. Mas sabe? Nem vai ligar.

Você vai se olhar no espelho e se ver mais: mais livre, poderosa, ativa.

Uma lição que aprendi é que devemos nos amar primeiro e muito. Aprender a ser feliz sozinho é o segredo da felicidade. Sei que Vinicius de Morais já falava que “fundamental é mesmo o amor”, mas ele esqueceu de dizer que o amor-próprio é o maior e mais importante de todos. Sabe aquela coisa de ter que ter para dar? Então.

Cuidar de si, se amar, se valorizar, se curtir, é a receita de estar bem e poder ser o bem para outro.

Por isso, “desapega, desapega, desapega, olx“!

Lembre-se do Rei Leão: os seus problemas você deve esquecer, isso é viver, é aprender! Hakuna Matata!

Para vocês, Hakuna Matata! E jogue fora o que não te faz bem, sem olhar para trás, sem pensar no que vão pensar. É a melhor coisa do mundo!

Você Também Poderá Gostar

2 Comentários

  • leilampb2@yahoo.com.br'
    Reply LEILA MARIA PORTELLA BARCELLOS 1 de março de 2015 at 17:26

    Bom texto, precisava dele hoje, obrigada. Tentarei.

    • Reply Carol Danelli 3 de março de 2015 at 10:00

      Que bom que gostou, Leila. Espero que meus textos continuem causando esse sentimento em você! 🙂

    Deixe seu comentário