Boys, Relacionamentos

A incoerência do sentimento

6 de abril de 2015

Um caso de incoerência sentimental está rolando há um tempo no Brasil e vejo diversas pessoas julgando, fazendo piadas, mas duvido que nunca passaram por isso. O caso Fernando e Amanda, os do BBB 15 mesmo, é uma prova viva do famoso “amor não correspondido”. Mas quem disse que esse problema acontece apenas no amor?!

Conhecer uma pessoa, fazer a coisa andar e dizer que “não pode dar moral” é uma incoerência sentimental. Demonstrar querer e não fazer por onde também. E fazemos isso o tempo todo. Confundimos as pessoas que estão por perto devido ao medo de se envolver.

Mas qual seria o melhor a fazer?

Como dizia minha vó: quem não dá assistência, abre pra concorrência. Não querer dar moral, não valorizar, são atitudes que fazem com que as pessoas se afastem ou te veja apenas como objeto. Não demonstrar interesse, ou demonstrar e depois dizer que é brincadeirinha, mostra o nível de imaturidade e medo que você tem.

Estar com alguém, mesmo que não seja um romance digno de filme, ou mesmo que seja provisório, é a arte de aproveitar momentos e interesses. Ser incoerente é demonstrar despreparo para a vida.

A Gabi já falou lindamente sobre a questão do valor e concordo plenamente com ela. Mas fica a pergunta: como alguém vai te valorizar assim? Vamos mudar nossas atitudes e mostrar mais pro que viemos. Deixemos de ser incoerentes, medrosos. Viva a arte de arriscar e quebrar a cara. De explanar os nossos desejos.

Minha palavra final?

Ligue o foda-se! Se mostre! Tire as armaduras e as máscaras. Deixe fluir, esteja nu, esteja livre! Deixe de incoerência sentimental!

Você Também Poderá Gostar

Comentários

Deixe seu comentário