ENTRETENIMENTO, Filmes

Cinema de Junho <33

27 de junho de 2015

Olá companheiros cinéfilos ou não! Aqui estão as minhas críticas e opiniões sobre os filmes em cartaz desse mês.

Ps: Está na ordem em que eu fui assistir e não de melhor ou pior.

Ps 2: Você pode não ter o mesmo gosto que eu e discordar de algumas opiniões. Vivemos num país democrático, vamos aproveitar isso! Qualquer coisa estamos disponíveis nos comentários 🙂

1) Poltergeist – O fenômeno

Eu realmente gostei do filme tanto que assisti 2x, sendo uma 2D e outra 3D. Não vi a primeira versão, mas achei a história interessante e não é de tirar o seu sono na madrugada hahahah A minha cena favorita foi a clássica quando a menininha encosta na TV e aparecem mãos do outro lado da tela. Vale a pena ver! Estou pensando em assistir a primeira versão e comparar com essa nova, o que vocês acham? Coloquem o que quiserem nos comentários huehue

2) Entre Abelhas

Estou acostumada com o Fábio Porchat fazendo comédia e um bando de palhaçada, nesse filme ele é mais na dele e sério. Achei interessante a história, mas nada que me fizesse querer ver novamente por pura e espontânea vontade. É uma tragicomédia e nada além disso, essa palavra realmente caracteriza o filme. Gostaria de saber se a doença do Bruno (interpretado por Fábio) realmente existe, as pessoas começam a desaparecer para ele. Eu me diverti bastante com a mãe de Bruno tentando ajudar seu filho com essa doença diferente.

3) Trocando os pés

Outra comédia que também não achei muito comédia. Porém, dessa vez o filme é estrangeiro. Conhecemos o Adam Sandler por todos os seus personagens superdivertidos, bizarros e engraçados, mas não é uma típica comédia produzida pelo ator. Considero uma tragicomédia. Achei meio previsível, a história um pouco monótona e parecia ser um filme de sessão da tarde, ou seja, pura água com açúcar e nada mais.

4) Qualquer gato vira-lata 2

Não vi o primeiro, no entanto dá para entender perfeitamente sem saber o que se passa no filme anterior, assistindo pode se ter uma noção de como deve ter sido. É bem engraçado! Eu super ri! O visual do Caribe dá um toque mais encantador a trama. Os personagens são hilários, desde a pequena Mel Maia até a Stella Miranda que representa a mãe de Malvino Salvador. Cléo Pires brilha em cena! Trazendo sorrisos, risadas e até comovendo na cena com seu pai Fábio Júnior em que representam o que na realidade foi uma reconciliação na vida real entre pai e filha, você vai ficar com lágrima nos olhos. Vale muito a pena ver! Cara, você perderia as dicas de uma ex para a atual conquistá-lo? Rs Letícia Novaes nos consegue fazer rir do começo até a hora dos créditos em que até cita o CCAA como curso de Espanhol sem o CCAA ter contratado para a “propaganda”.

5) Divertida Mente

Era o filme que eu estava mais ansiosa para ver e com muitas expectativas e todas elas foram realizadas ou até superadas. Conta a história de uma menina de 11 anos chamada Riley e como a sua mente funciona. Dentro dela são representados os principais sentimentos que são Alegria, Tristeza, Raiva, Medo e Nojinho através de personagens. É muito interessante como mostram o modo como ocorre o controle desses sentimentos na menina e como são geradas as memórias que poderão durar para sempre e termos como base até aquelas de musiquinhas irritantes que ficam na nossa cabeça de tempos em tempos. E é como se cada um de nós tivesse esses 5 dentro da gente. Reparei que cada sentimento toma uma liderança em relação ao comportamento de acordo com a personalidade da pessoa. No caso da menina quem comanda é a Alegria, a Tristeza é a que mais influência as decisões da mãe e a Raiva as do pai. Ocorre uma mudança extrema quando a família se muda de Minnesota para San Francisco e por um descuido a Alegria e a Tristeza saem da sala do comando. Então a Raiva, o Medo e a Nojinho passam a ter que controlar as emoções da menina. E as outras duas devem achar uma forma de voltar para a central de controle. Achei o filme complexo para crianças entenderem já que é uma animação e livre, contudo é bem colorido, engraçado e faz com que mesmo o pequeno não entendendo o contexto inteiro ria da piada. Gostei dos Reinos dentro da menina que representam como o da Bobeira, Amizade e Família. É um filme em que sentimentos tem sentimentos. Trata-se de um assunto “sério” de forma descontraída e sincera, aliás principalmente bem humorada. Não consegui não me identificar com esse filme rs Ou seja, é maravilhoso, não perca <33 Achei legal que o criador da história se baseou na mudança comportamental de sua filha da criança para a adolescência para gerar a trama e só a contou isso quando o longa foi lançado rs Disponível em 2D e 3D.

6) Minions

Conta a história desde o surgimento desses seres amarelos, é como se fosse um “Meu malvado favorito 0” porque a história se passa antes das outras que já conhecemos. Os Minions desde sempre tem a missão de ajudar e servir a um vilão só que como são atrapalhados sempre acabavam fazendo algo com que atrapalhasse e tivessem que buscar um novo chefe. Dão destaque para 3 Minions chamados Bob, Kevin e Stuart que procuram achar o próximo vilão a seguir. Eles são engraçados como sempre, fazendo palhaçadas o tempo todo e com aquela língua que é uma mistura de todas e ao mesmo tempo de nada rs Eles vão para NY para uma Convenção de Vilões e encontram a sua próxima líder que os passa a missão de roubar a coroa da Rainha da Inglaterra. Eles cantam, riem, choram, ganham “poderes”… E nos deixam entretidos durante todo o tempo. Gostei bastante e realmente me diverti.

 

Você Também Poderá Gostar

2 Comentários

  • sylviabelo@hotmail.com'
    Reply Sylvia Belo 27 de junho de 2015 at 11:25

    Gostei da sua análise cinematográfica e do neologismo “superri”.
    Já posso ir ao cinema consciente do conteúdo.
    Muito bem!

    • Reply Isabela Barcellos 11 de julho de 2015 at 16:26

      Obrigada! Continue nos acompanhando por aqui e sempre saberá das novidades da telona!

    Deixe seu comentário