Arlequina e abusos: a hipersexualização da mulher nos quadrinhos

2 de agosto de 2016

Esquadrão Suicida estreia nesta quinta-feira (4) e com certeza seus fãs estão mais ansiosos pelo longa do que pela abertura das Olimpíadas. Mas entre todos os personagens, uma tem chamado muita atenção pelo seu jeito e sua relação com o Coringa. É dela mesmo que estamos falando, da Arlequina.

História da Arlequina

Harleen Frances Quinzel era uma ginasta que foi para a faculdade devido a uma bolsa. Ela não era uma boa aluna, e geralmente preferia seduzir os professores para aumentar suas notas. Contudo, Harleen sempre teve um talento especial para ler as pessoas.
Após obter seu diploma e ir para a faculdade de medicina, ela conseguiu um emprego no Asilo Arkham, onde o os mais perigosos inimigos do Batman foram internados. Ela foi subindo de posição dentro do Asilo, até que se tornou a principal médica a cuidar do Coringa. Ao contrário do que muitos afirmam, a Arlequina não possui síndrome de Estocolmo, de acordo com o criador da personagem, Paul Dini, Harley faz o que faz simplesmente por gostar de fazer. Quando ela ajudou o Coringa a sair do Arkham, Harley passou a maior parte de seu tempo seguindo o Palhaço, sendo frequentemente abusada por ele quando seus planos davam errado.

4cc46cd25dff5f4dcb3addc6b6f68e79

O Coringa pode ter sido a pessoa que inspirou Harleen Quinzel a se tornar Arlequina, e a maior parte do tempo da personagem é destinado à sua obsessão pelo Palhaço. Contudo, recentemente, a Arlequina encontrou conforto nos braços do Pistoleiro.

esquadraosuicidaset-Capa

Os dois tiveram um relacionamento durante uma de suas histórias no Esquadrão Suicida, e a resposta do público foi a melhor possível.

Harley foi inspirada na atriz Arleen Sorkin, e as semelhanças vão muito além do nome. A personagem foi criada depois de Arleen ter aparecido vestindo um traje de boba da corte em um episódio de Days of Our Lives. Dini, então, resolveu se inspirar na atriz para criar o traje e a personalidade da Arlequina. Tudo deu tão certo que a atriz acabou entrando na onda e aceitou emprestar sua voz e aparência para a personagem.

Vamos falar sobre relacionamentos abusivos?

Por que contei a história dela antes de realmente fazer o post? Porque preciso que vocês saibam um pouquinho da história para podermos debater!

Que as personagens de quadrinhos, seja DC ou Marvel, são hipersexualizadas a gente já sabe, porém o caso da Arlequina é diferente. Harleen é bastante conhecida por ser par do Coringa na história da DC Comics e todos comentam o quanto ela é forte e incrível.

Ela é sim! (DIVA MASTER, LINDA, MARAVILHOSA, DONA DA PORRA TODA)

298d7f9c54d4dda62829b2d52fc2e56b

Porém, Harleen foi abusada e maltratada pelo homem que ela ama(va) e, por isso, não possui um relacionamento que devemos elogiar, engranceder ou exaltar. Precisamos repensar se este é o exemplo de relacionamentos que devemos seguir.

A personagem é marcada pelos seus shortinhos e causou polêmica, tendo até que ser aumentado digitalmente para passar pela censura norte-americana. E a pergunta que me faço é: um short é mais preocupante que um relacionamento abusivo?

Relacionamentos abusivos estão presentes no nosso cotidiano e por isso a necessidade de expô-los. Harleen era uma psiquiatra que devido aos abusos e torturas psicológicas do Coringa se tornou a Arlequina. Se apaixonar por este casal é a mais perfeita prova de que glamurizamos o abuso, seja sexual ou psicológico.

8Jj3cMAG

Ser dependente de outro (que te machuca) e fazer coisas (geralmente ruins) só porque ele pede (manda) é só mais um exemplo.

Outro ponto é hipersexualização dela com a Hera Venenosa. Hera é uma amiga de Harleen que alerta a psiquiatra sobre Coringa, falando até sobre a separação dos dois. Mas a DC decidiu colocá-las como namoradas.

harley6

É óbvio que não sou contra relacionamentos lésbicos/bissexuais, mas pera lá, é isso mesmo ou só estão incluindo esse relacionamento entre elas para abastecer fetiche de marmanjo?

É preciso questionar. E espero que assim como eu, você também vá assistir ao filme problematizando essa relação. Mas vamos sonhar para que no filme a história mude, né?

Esquadrão Suicida estreia 4 de agosto de 2016.

Elenco: Amanda Waller (Viola Davis); Magia (Cara Delevingne); Arlequina (Margot Robbie); El Diablo (Jay Hernandez); Pistoleiro (Will Smith); Rick Flag (Joel Kinnaman); Crocodilo (Adewale Akinnuoye-Agbaje); Capitão Bumerange(Jai Courtney); Katana (Karen Fukuhara); Amarra (Adam Beach); Coringa (Jared Leto)

Duração: 123 minutos

Gênero: Ação, Fantasia, Policial

Dirigido por: David Ayer

Sinopse:
Reúna um time dos super vilões mais perigosos já encarcerados, dê a eles o arsenal mais poderoso do qual o governo dispõe e os envie a uma missão para derrotar uma entidade enigmática e insuperável que a agente governamental Amanda Waller (Viola Davis) decidiu que só pode ser vencida por indivíduos desprezíveis e com nada a perder. No então, assim que o improvável time percebe que eles não foram escolhidos para vencerem, e sim para falharem inevitavelmente, será que o Esquadrão Suicida vai morrer tentando concluir a missão ou decidem que é cada um por si?

Você Também Poderá Gostar

Comentários

Deixe seu comentário