COMPORTAMENTO, Dicas e Tutoriais

Ano novo, você nova (?)

3 de janeiro de 2017

Feliz Ano Novo, donzelaaaaaaaaaaaaas <3

img_2371

É com muito orgulho e carinho que eu faço esse 1° post do ano desejando um ano completamente incrível para nós <3 Cada ano aprendemos várias coisas e algumas colocamos em prática, outras ficam só na teoria. Eu realmente fico muito feliz de fazer parte desse time de donzelas que são guerreiras e esse ano vamos detonar mais uma vez!

img_2367

Cada ano é um ciclo que começa e outro que se fecha então vou terminar o meu aqui para começarmos esse ano com o pé direito!!

O meu 2016 começou mesmo (e foi pauleira) no segundo semestre. Mas o que aconteceu, Isa? Eu fiquei m a l u c a rs Eu virei the walking dead versão live.

img_2225

No final do meu 3° período de Direito depois de gabaritar 2 provas de Direito Empresarial I fui convidada pelo meu professor para estagiar no Ministério da Fazenda ou se preferirem PGFN (Procuradoria Geral da Fazenda Nacional) e lá fui eu agarrar essa oportunidade. Já estou lá agora há 1 semestre e fico muito contente com todo o aprendizado tanto de vida, como de matéria de Direito Trabalhista (que ainda nem dei na facul) como de conhecer novas pessoas e de trabalhar pela primeira vez. Eu nunca tinha recebido “salário” na minha vida, na verdade se chama bolsa no caso dos estágios. E foi/está sendo uma experiência muito enriquecedora para mim. Eu não conseguia me imaginar trabalhando, no começo pensei em desistir várias vezes, mas acabei insistindo e aprendendo direitinho.

Depois eu prometo fazer um post de como é ter um estágio e como é o meu estágio, promessa é dívida.

img_2249

Em 2016.2 finalmente voltaram as aulas de 2016.1 da UERJ hahaha Para quem não sabe em 2015 eu já estava cursando Direito em uma faculdade particular (não vamos falar o nome para não fazer propaganda, porque não estou ganhando dinheiro com isso rs), mas eu resolvi prestar vestibular novamente. Eu estudei no Ensino Médio em um colégio preparatório (também não vou citar nome) e criei uma tese na minha cabeça que se fizesse vestibular sem pressão, já estudando em outra facul eu passaria para uma pública. Eu acabei acertando o mesmo n° de questões no ENEM, só que para a UERJ (que é uma das únicas que não se aderiu ao ENEM e eu acho o modo de avaliação dela bem melhor…) eu acabei colocando na prova discursiva que é a específica para Letras Inglês/Literaturas e passei na classificação para 2016.1.

Tive 4 dias de aula no 1° semestre de 2016 e depois entramos em uma greve enorme, acho que talvez uma das maiores que a UERJ já tenha passado. Ficamos 1 semestre inteirinho sem aula e havia muitos boatos devido ao estado de calamidade do Rio de que a facul ficaria 1 ano inteirinho sem aula.

Cheia de dúvidas me inscrevi para todas as matérias obrigatórias de Direito para o 4° período e tanã… A UERJ voltou e me disseram que eu tinha que cursar todas as matérias, porque eu era caloura e a grade do 1° período já vinha pronta. Então em 2016.2 cursei 15 matérias e ainda tinha um estágio.

img_2288

Eu passava a manhã toda na facul de Direito, a tarde no estágio de Direito e a noite na facul de Letras. Moral da história: eu era uma morta-viva.

Depois vou fazer um post dizendo se vale a pena ou não agarrar o mundo com unhas e dentes e quais oportunidades não podemos deixar passar e quais oportunidades poderemos ter novamente em um futuro breve.

(Estou prometendo posts demais, mas como senti falta de escrever aqui para vocês rs Vocês não tem ideia, o meu bloco de notas está cheio de anotações para posts aqui e espero conseguir faze-los agora nas férias.)

img_2384

O meu dia passou a render bem mais, porque eu fazia mil coisas por dia. Sem entrar em juízo de mérito se valeu a pena ou não, isso me mudou e também fez com que a maneira que eu percebo o mundo mudasse. Eu passei a ignorar aquelas raivinhas ou perturbações pequenas, porque eu sabia que tinha coisas mais importantes para dar valor. Conheci muita gente, de todos os tipos, gêneros, cores, idades, classes sociais, valores… E como é incrível ter contato com pessoas tão diversas trazendo percepções do mundo completamente distintas, no entanto igualmente importantes.

Passei a fazer sinapses muito mais rápidas (isso mesmo que você leu e aprendemos nas aulas de Ciências/Biologia!) A ligação entre os meus neurônios atualmente é quase que imediata. Você me diz uma coisa e eu penso em 5 ao mesmo tempo que tem alguma ligação com o que foi dito), com isso passei a ler bem mais rápido, não sendo desatenta, mais veloz mesmo. Fazia uma prova de múltipla-escolha de 10 questões em 10 min e quando olhava para o lado as pessoas ainda estavam na segunda questão. É lógico que isso me dava muito tempo para revisar (porque às vezes sei ser muito insegura).

Comecei a valorizar mais os momentos em família e com os amigos, já que estava sempre tão ocupada e na maioria dos finais de semana eu tinha que estudar, revisar algo, fazer trabalho, então fiquei um bom tempo sem sair e como senti falta de estar presente na vida de pessoas tão queridas para mim. E percebi como é importante esse tempo com essas pessoas além de sozinha, só ter responsabilidades e obrigações pode te levar a loucura se você não conseguir ter uma mente muito forte e ajuda das pessoas mais próximas e até de psicólogo.

Fui para um dos melhores festivais da minha vida e assisti a minha cantora favorita fazer um dos últimos possíveis shows antes de dar um tempo na carreira. Sim, fui de caravana para SP na véspera das minhas p3 (última prova para passar na facul, como se fosse “prova final”) para o Z Festival sem conhecer ninguém da caravana antes e criando amizades maravilhosas. O festival foi sensacional, como eu me cansei naquele final de semana que saí do Rio meia noite de sexta para sáb e cheguei domindo 6hrs da manhã. Entretanto valeu cada segundo. A animação de todos era contagiante, descobri que se você acorda e taca glitter na cara o seu dia melhora 1000x, vi show do Thiago Iorc que foi encantador, vi um dos melhores shows da Anitta (ela foi literalmente la cra do ra), a Demi então… não tenho nem palavras, essa mulher é demais. E passei nas matérias que fiquei em p3 mesmo tendo viajado na véspera das avaliações.

img_2389

Fui pela primeira vez em uma peça do Paulo Gustavo chamada “Online” e eu só sei que ri antes mesmo da peça começar. Foi muito engraçada mesmo e foi ótimo para relaxar a minha cabeça. Porque as vezes temos que tirar ela um pouquinho da tomada e dar umas risadas, faz mais do que bem.

Fui na maternidade conhecer o melhor presentinho de 2016 que foi a minha prima-sobrinha Alice <3 Gente, ela é uma gostosaaaaaaaaa! Como eu amo bebês e principalmente essa baby que veio para alegrar a nossa vida.

Tive crise quase todo domingo com medo da segunda e consequentemente do resto da semana inteira, no entanto sobrevivi  e além disso passei nas 15 matérias que estava inscrita (não direto, porque isso já seria demais rs).

Percebi que é importante se cuidar, ter um tempo para não fazer nada ou fazer aquilo que só você quer e ser feliz do seu jeitinho. Descobri como fazer atividade física faz falta e como ter um dia agitado te deixa consequentemente agitada e até agora nas férias estou tentando acalmar esse ritmo.

img_2388

Fui selecionada para ser colaboradora de um Programa de Inteligência Coletiva pela Democracia em Madrid com tudo pago e apenas eu e outra mulher de 27 anos fomos selecionadas do Brasil como colaboradoras. Tinham projetos de várias partes do mundo, inclusive SP e fiquei imensamente feliz de ver que posso ir sempre além. Infelizmente ou não, acabei não podendo ir devido as p2s, mas acredito que em breve terei oportunidades tão boas ou melhores como essa.

Aprendi que você pode ter parentes ou/e amigos que estejam em qualquer lugar do mundo, mas que sempre estarão a um toque do WhatsApp ou do FaceTime.

Vi que sou uma chorona menstruada e sobre pressão e quando junta os dois é melhor me deixarem quietinha hahaha

img_2408

Fui selecionada para participar do Projeto Voluntários da Alegria agora em 2017.1 que é um projeto em que adolescentes do Ensino Médio ou jovens da graduação da facul se juntam para alegrar a vida de crianças e idosos doentes/hospitalizados e mal posso esperar para começar a visita-los. Acredito que quando ajudamos o próximo, principalmente nos ajudamos e como estou feliz de finalmente participar de um trabalho voluntário e que é a minha cara.

img_2413

Aprendi que as vezes não vão te perdoar, porém você se perdoando já é uma grande atitude. As vezes o outro não é evoluído o suficiente para entender que você amadureceu e que aprendeu com os erros cometidos no passado. Você não precisa provar nada para ninguém!


img_2216

Participei pela primeira vez de uma manifestação e foi feminista lá na Candelária <3 E como foi bonita, organizada, empoderadora e com muita sororidade <3

Vivi e que venham muitas mais vivências esse ano! Feliz 2017, donzelas! Que você faça esse ser o melhor ano, ao invés de acreditar em destino, você mesma construa/batalhe/lute/crie o seu tão sonhado e o torne realidade <3

img_2107

Você Também Poderá Gostar

Comentários

Deixe seu comentário