Browsing Category

Literando

Literando

Você quebrou meu coração e isso dói

1 de agosto de 2016

Pode até ser a coisa mais confusa do mundo, mas o amor é completamente confuso. Eu me lembro dos dias em que esperava alguma coisa em troca e você se afastou e logo sumiu. Foi como se uma nuvem tivesse coberto o céu e uma grande e densa chuva se iniciou. Continue Lendo…

Lançamentos, Literando, LIVROS

O que vem depois de escrever um livro?

23 de maio de 2016

Anos escrevendo, passando à limpo, editando e reeditando, frase após frase arruma aqui, meche aqui. Se deixar nunca estará pronto, sempre caberá edição. Se você gosta de escrever, pode ser que tenha se identificado com essa cena descrita. Não estou falando da edição de um post como esse por exemplo, mas algo maior, um livro. Continue Lendo…

COMPORTAMENTO, Literando

As máscaras estão finalmente caindo…

5 de janeiro de 2016

Meu amigo secreto quando vê uma mulher passando vira a cabeça acompanhando seu caminho para poder olhar sua bunda.
Meu amigo secreto fala: “psiu”.
Meu amigo secreto acha não, tem certeza que se a mulher usa roupa curta, transparente, com decote, justa está vestida dessa maneira para provocar e se “ocasionalmente” a mesma for estuprada, ela tem parcela de culpa.
Meu/Minha amigo/amiga secreto/secreta acha que feminismo é o contrário de machismo.
Meu amigo secreto acha que a mulher que “dá” no 1° encontro é puta, mas não reclama quando gozou.
Meu amigo secreto acha que mulher de cabelo curto obrigatoriamente é “sapatão”.

Continue Lendo…

Literando

Coisas que aprendi arrumando meu guarda roupa

3 de junho de 2015

Outro dia parei para observar (de longe) as minhas bagunças. O meu guarda roupa está tão revirado, e o meu coração nem se fala, está cada dia mais  desordenado.

Foi aí que me dei conta de que a vida é um acúmulo de ações, sentimentos, expectativas, sonhos e decepções. Tudo isso tem seu próprio compartimento, seja uma gaveta ou prateleira, mas sempre um lugar certo para ser guardado, assim como as meias, blusas e vestidos. No entanto, com o passar dos dias, o vai e vem e o corre corre, acabo bagunçando e muito esse meu armário. Continue Lendo…

Literando

Aos amantes desesperados

3 de maio de 2015

“Quem és tu tão doce rocha
Que transcende tão pura paz
Que a dor de uns refaz
E a de outros desfaz?”

A uns anos atrás escrevi esse poema e sempre fiquei me perguntando a resposta dele. Afinal olhar a lua e viajar sempre foi uma paixão constante na minha vida, desde muito criancinha. E a pouco mais de um ano, cheguei a minha resposta para quem ou o quê seria a lua e até que a mim é uma resposta bem lógica, hoje decidi partilhá-la com vocês: (afinal ela ta tãaaaaao magnífica <3 )

Se o sol é o astro rei do universo e desponta de todo o seu esplendor, nada mais justo que entendê-lo como sendo o astro Rei de minha vida, o Cristo Senhor. Assim, não seria ilógico constatar, que sendo a lua aquela que reflete a luz do sol, ela não poderia ser apenas um astro, pois em tudo Deus nos fala e através da lua ele me fala e me mostra sua boa e terna Mãe, NOSSA boa e terna Mãe, Maria Santíssima.

Pode parecer loucura, mas tudo fez sentido a partir dessa interpretação, em toda a minha vida senti como se a lua me olha-se, mas olha-se de verdade sabe? (rs' momento que meu amigos lêem e dizem "Letycia sendo Letycia!!") e hoje entendo que realmente é Maria a me dizer "Filha, eu to aqui, não temas pois cuido de cada passo teu e de todos os teus caminhos, para isso o Meu Filho me mandou a ti!!"
O acompanhar da lua em meus dias me trás calma, sempre que sinto medo de onde estou olho pra ela e ela me lembra de que o Senhor é comigo, ainda mais que desde o ano passado passei a estudar a noite em um municipio "rural" e que até então era totalmente desconhecido para mim, eu que sempre fui a que só ia aos lugares se houvesse alguém para me levar e buscar, passei a enfrentar sozinha lugares desconhecidos no turno da noite (mas a rural é papo pra outro texto, anota aí pra cobrar depois). Longe de objeto de adoração pelo amor do Pai!!!! A lua é apenas um rememory dos cuidados dEle!
Aos que me conhecem não se espantam ao me ver falar esse tipo de coisa, sou a louca que vê e ouve Deus em tudo que a natureza possa mostrar.

Todas as vezes que chorei, todas as vezes que me apaixonei mais, todas as vezes que me acalmei, todas as vezes que dormi, todas as vezes que viajei ao olhar a lua sei que o fiz no colo de Maria e recomendo que o façam, não tenham medo de ver Deus nas coisas, tudo é dEle e feito para nós por amor ao Amor.
E ó mamãe não vem sozinha não, ela trás seu manto, já olhou para um céu MEGA estrelado?
Agora fechem seus computadores, desliguem seus tablets e celulares e vão lá olhar pra ela, admira-lá, mas sigam a recomendação, tentem ver a doçura de Maria. Aos que não acreditam em nada disso, peçam sinais, mais pede direito porque Deus não ouve meia boca, papo de best do Pai.
Essa sou eu! 🙂
Boa Noite,santa noite!

Literando

Amendoados

7 de abril de 2015

Era inicio do outono, fazia frio naquela tarde e lá estava eu em mais um dia comum. Um filme leve passava na tela. Tudo tinha aquele clima que deixava as coisas mais intensas. Talvez fosse uma TPM que estivesse chegando ou talvez fosse só o cheiro da chuva. Eu tentei, tentei por muitas vezes não lembrar dos momentos que passei em tardes similares ao lado dele. Até que chegou a hora em que no filme aquele casal se olhou, entenda que eles não eram nem um pouco parecidos com nós dois. Mas a forma como se olhavam me fez lembrar como as coisas fluíam leve quando ele me olhava com aqueles olhos amendoados. Mais do que me apaixonar por seus olhos eu me apaixonei pelas expressões que gritavam neles. Eram capazes de transpassar todas as suas sensações por meio deles, mesmo que tão enigmático. Eu conseguia entender e sentir, mesmo que tentasse disfarçar, quando seu coração estava longe. E esse era o momento em que produzia meu olhar preferido, quando estava assim era possível entender o porque ele era tão silencioso, não da pra imaginar quantos mistérios ecoavam em sua mente. Assim, seus olhos ficavam pequenos, apertados e há quem diga que eram apenas olhos cansados de tantas responsabilidades, mas eu sabia que não, eu conhecia aqueles olhos, os meus olhos, acho que podia os considerar assim, já que por tantos anos ele me dizia que eram meus, me desculpe a todos que acham que não, mas aquilo que nos é dado com amor e sinceridade não merece devolução. Sabia o quanto ele precisava ser cuidado e acalmado quando ficava daquele jeito. E o quanto ele finge que não precisa de nada, que ta tudo bem, quando na verdade só com um abraço sincero ele se solta nas suas reais emoções. Só consigo pensar como estarão seus olhos agora e como tem feito para se sentir seguro. Se quem ele tem por perto o cuida com tamanho zelo como eu fazia. Espero que esteja bem, que seu coração esteja ancorado em algum porto de paz.

Literando

Gosto do teu gosto

20 de março de 2015

Eu gosto dos cheiros q ficam,
dos abraços q duram,
dos gostos q marcam,
das mãos q se tocam,
dos suspiros q se disfarçam.

Eu gosto do gosto do teu jeito,
o gosto do teu silencio,
gosto do teu sorriso,
eu gosto do teu sono
gosto mais ainda de entender teus gostos.

Eu gosto dos teus modos,
modos de olhar,
modos de se portar,
modos de sorrir,
modos de pensar.

Teus modos de viver,
teu modo de me ver.

Teu olhar me fitou
com gosto sem pretensão me elevou,
teu sossego me desassossegou.
Porque teu jeito é mistério de poema.

Literando

O meu amor

6 de março de 2015

Sempre sonhei com um amor que fosse tranquilo como as praias de Sahy, mas que agitasse as coisas como o mar de Maricá. Um amor que lembrasse o quanto é bom ter um dia de chuva pra relaxar com um bom vinho, uma macarronada e uma maratona de filmes. Continue Lendo…

COMPORTAMENTO, Literando

A cor do preconceito

3 de março de 2015

 

As cores são nada mais nada menos que uma percepção visual resultante do reflexo da luz na retina. Tirando as aulas de educação artística na escola e os frustrados quadros feitos na infância, meu contato com as cores, mais amplo e mais íntimo veio na faculdade. Estudando semiótica e fotografia, aprendemos entre outras coisas, sobre cor quente e cor fria e ainda a intenção das cores, você sabia que as cores têm personalidade?

Continue Lendo…